Saiba quais seriam as armas de uma Terceira Guerra Mundial

Desde o fim da Segunda Guerra, especialistas do mundo inteiro afirmam que uma Terceira Guerra é praticamente inevitável, apresentando argumentos dos mais variados.

À luz dos avanços tecnológicos, estes são alguns dos elementos que podem fazer parte de uma eventual Terceira Guerra Mundial:

Supersoldados

hulc_exoesqueleto_combate_-_01_-_zonajugones.com

A ciência já permite aperfeiçoar as capacidades de um ser humano, tanto físicas quanto mentais, a ponto de transformá-lo em uma máquina de guerra poderosa e eficiente.

Robôs

REFILE - CORRECTING CITY IN IPTC A man takes a picture of a giant "Kuratas" robot at an exhibition in Tokyo November 28, 2012. The four-meter-high, limited edition, made-to-order robot is controlled through a pilot in its cockpit, or via a smartphone. The four-tonne (4,000 kg) "Kuratas" can be customised in 16 different colours, and is armed with a futuristic weapons system, including a multi-rocket launcher that fires plastic rockets filled with compressed water. REUTERS/Kim Kyung-Hoon (JAPAN - Tags: SOCIETY SCIENCE TECHNOLOGY TPX IMAGES OF THE DAY) JAPAN/

As funções que não podem ser realizadas por um supersoldado serão executadas por um robô. O uso dessa tecnologia no campo de batalha é limitado apenas pela capacidade de imaginação, dado que os recursos para o seu desenvolvimento já existem.

Drones

204

As políticas do espaço aéreo tiveram que ser repensadas mundialmente depois do surgimento dos drones. Essa tecnologia, que permite controlar remotamente qualquer arma ou equipamento, já está sendo utilizada em campanhas militares.

Redes sociais

game-thrones-redes-sociais

Assim como em vários conflitos mundiais, as redes sociais são um dos principais protagonistas da guerra, seja para denunciar ou formar opinião, facilitando o acesso imediato a documentos de todos os tipos.

Hacking

hacker-banned-from-internet-623x410

A opinião pública poderá ser facilmente manipulável através das informações fornecidas por equipes de hackers, muitas vezes financiadas pelos governos. Na verdade, os especialistas consideram essa prática ainda mais ofensiva que qualquer arma de fogo.

Veja Tambem:  5 histórias sinistras de guerras

Comments

comments