‘Malware’ cerebral: hackers estão a um passo de ler mentes

Malware invadir

Malware Basta um clique para que os motores de busca e os hackers já tenham acesso a milhares de informações sobre cada pessoa. Com a criação de interfaces que conectam a mente humana a um aparelho, essa guerra se estende à esfera do pensamento.

Cientistas da Universidade de Washington, nos EUA, afirmaram que, com a criação dessa tecnologia de interfaces, cuja origem está nos aparelhos de encefalograma, existe a possibilidade de os hackers utilizarem esse meio para roubar informações pessoais. Isso pode ocorrer no momento em que os usuários estejam, por exemplo, jogando com os dispositivos que se conectam à sua cabeça, uma vez que estes recebem os sinais emitidos pelo cérebro.

Segundo os especialistas, nas sessões do jogo podem existir imagens que aparecem e desaparecem abruptamente, o que provoca reações involuntárias nos usuários, as quais são estudadas pelos hackers, revelando informações sobre suas preferências políticas e sexuais. “Isso é como um detector de mentiras à distância, um detector de pensamento”, explica Howard Chizeck, pesquisador da universidade, que afirmou que se não forem criadas rapidamente leis para proteger a privacidade, será tarde demais para evitar os ataques de hackers.

Fonte: Motherboard Seu History

Comments

comments