Inversão dos polos terrestre pode acontecer a qualquer momento

Inversão dos polos

Inversão dos polos

A Terra é envolvida por um campo magnético habilidoso o suficiente para inverter sua polaridade de tempos em tempos. Os polos trocam de lugar, com o norte virando sul e vice-versa.

Nos últimos 20 milhões de anos, tivemos um padrão de inversão de polos magnéticos a cada 200.000 a 300.000 anos.

Entre trocas bem-sucedidas, os polos às vezes até tentam reverter a inversão e voltar ao seu lugar. Cerca de 40.000 anos atrás, os polos fizeram tal tentativa, infrutífera.

A última inversão completa ocorreu cerca de 780.000 anos atrás – o que significa que estamos bastante atrasados para a próxima, com base no padrão estabelecido.

Isso, por sua vez, indica que tal inversão pode acontecer a qualquer momento e absolutamente não estamos preparados para as suas consequências.

O campo magnético do planeta já está mudando, o que significa que os polos estão se preparando para trocar de lugar. Ainda não podemos confirmar que uma inversão está para ocorrer, mas a possibilidade não é pequena.

Cientistas usaram imagens de satélite e cálculos complexos para estudar o deslocamento do campo magnético e tentar determinar se a inversão é iminente ou não.

Eles descobriram que o ferro fundido e o níquel estão drenando energia do dipolo na borda do núcleo da Terra, onde é gerado o campo magnético do planeta.

Eles também descobriram que o polo magnético norte está especialmente turbulento e imprevisível. Se os blocos magnéticos se tornarem fortes o suficiente para enfraquecer o dipolo, os polos mudarão oficialmente.

O que vai acontecer?

Embora uma inversão de polos não seja nada novo na história da Terra, desta vez pode ter sérias implicações para a humanidade, por conta do estilo de vida moderno.

O nosso campo magnético nos protege de raios solares e cósmicos. Durante o processo de troca dos polos, que pode demorar séculos, este escudo protetor pode diminuir para até um décimo de sua capacidade típica.

A radiação, então, pode se aproximar do planeta muito mais do que o habitual. Eventualmente, pode atingir a superfície da Terra, tornando regiões inabitáveis e causando extinção de espécies.

Antes disso acontecer, porém, um campo magnético enfraquecido provavelmente já afetaria os satélites em órbita no planeta. De fato, tais tecnologias já sofreram falhas de memória e outros danos quando expostas a tal radiação no passado.

Inversão dos polos

Fonte: ScienceAlerthypescience

Comments

comments