Estudos feitos indicam que estações do ano podem ser decisivas para encontrar vida fora da Terra

estações do ano

Os astrônomos conhecem aproximadamente quatro mil exoplanetas, mas ainda não conseguiram descobrir quais podem abrigar algum tipo de vida. No entanto, um estudo publicado no The Astrophysical Journal Letters aponta que as estações do ano nesses planetas podem ser decisivas para se detectar vida.

Isso porque, de acordo com o estudo, a composição atmosférica varia de acordo com as estações se há a presença de vida. Na Terra, por exemplo, o Hemisfério Norte possui mais terra firme e mais vegetação, então, durante o verão, há menos dióxido de carbono e mais oxigênio na atmosfera. Algo similar pode acontecer nos exoplanetas distantes.

A equipe do estudo, liderada por Stephanie Olson, da Universidade California Riverside, pesquisou as mudanças de várias moléculas importantes para a vida, como oxigênio, monóxido de carbono e metano. Elas são formadas tanto por processos biológicos como inorgânicos, e, portanto, mudanças sazonais também as fazem variar.

“Uma maneira bastante eficaz de detectar vida nesses exoplanetas seria a observação de suas atmosferas no decorrer de suas órbitas para ver se conseguimos notar mudanças nesses gases em um ano”, diz Olson. “Em algumas circunstâncias, as mudanças poderiam ser difíceis de serem explicadas sem a presença de vida e podem nos permitir fazer progresso em caracterizar, e não apenas reconhecer a presença de vida”, conclui.

 

estações do ano

Fonte: IFLScience  seuhistory

Comments

comments