Bennu o asteroide que poderá destruir a Terra

Fim da Terra

Desde 1999, a NASA conhece o asteroide Bennu e teme que ele possa se chocar com a Terra. Segundo os cálculos, há chances de uma colisão por volta do ano 2135, e as consequências seriam catastróficas.

O asteroide foi batizado de Bennu, nome cuja origem está relacionada a uma ave da mitologia egípcia, que significa morte. De acordo com a Nasa, Bennu viaja em torno do Sol a uma velocidade de 101.389 km/h e pode ser visto a cada seis anos a partir da Terra.

Uma das finalidades mais importantes da missão da Nasa, que começa em setembro, é determinar como a órbita de Bennu pode ser afetada pelo aquecimento ou esfriamento de sua superfície pela luz solar durante o dia. O asteroide é aquecido pela luz solar, aumenta a sua temperatura e emite radiação térmica em diferentes sentidos durante seu movimento de rotação.

Projeto Bennu

Esse fenômeno é conhecido como Efeito de Yarkovsky, que com o tempo altera sua órbita.

mistérios da NASA

Sonda OSIRIS-REx

Foram anos de estudos para criar a sonda OSIRIS-REx. Essa sonda viajará por dois anos até chegar na superfície de Bennu. Os cientistas envolvidos na sua criação alegam que o aparelho não terá dificuldades em resistir à viagem espacial.

“Nós a projetamos para ser robusta e capaz de durar um longo tempo no espaço”, explica a Nasa. A previsão é que a sonda OSIRIS-REx pouse na superfície do asteroide em 2018 e esteja de volta à Terra em 2023.

Simulação da NASA

O outro grande objetivo da missão é conseguir estudar, através de amostras coletadas, a origem do nosso Sistema Solar e da vida. Acredita-se que essas amostras sejam ricas em material carbônico e orgânico.

“Queremos ver o que Bennu testemunhou ao longo de sua evolução”, disse um cientista da Nasa.

Grupo de Engenheiros

Fonte: BBC

Comments

comments