Asteroide gigante passará pela Terra nesta sexta-feira

Asteroide Gigante

Asteroide gigante

Objetos que passam perto da Terra, no espaço, são percebidos com frequência na história do nosso planeta. Aqui mesmo nós já mostramos um asteroide que passou muito perto da Terra e os cientistas só descobriram três dias depois porquê um asteroide pode atingir a Terra sem os cientistas conseguirem prever.

Agora, a passagem é prevista e não seremos atingidos, mas a pedra espacial que vai passar pelo nosso planeta no dia 1 de setembro é uma verdadeira gigante.

Chamado de Florence, o imenso asteroide está sendo considerado o maior objeto a passar tão próximo da Terra, ao menos desde que a NASA decidiu começar a manter registros desse tipo em seus arquivos. A boa notícia é que os especialistas não acreditam que o corpo espacial possa representar alguma ameaça, ao menos por enquanto.

Apesar da passagem de asteroides com tamanho de ônibus ou casas passarem com frequência pela Terra, Florence ainda é maior do que todos esses conhecidos.

O asteroide, nomeado em homenagem a Florence Nightingale, mede cerca da 4,3 quilômetros, o que o torna capaz de ser um verdadeiro destruidor de mundos. Poderia ser assustador, mas as previsões de especialistas garantem que estamos seguros.

Quando Florence fizer sua passagem, em 1 de setembro, estará a uma distância de cerca de 7 milhões de quilômetros, o que é cerca de 18 vezes a distância entre o nosso planeta a lua. Apesar de parecer muito longe, o espaço é considerado perto para permitir que a NASA e astrônomos do mundo inteiro realizem observações do asteroide colossal.

Mesmo com a proximidade, o asteroide não será visível a olho nu, mas pode ser acompanhado por telescópios amadores já no fim de agosto durante a passagem mais próxima à Terra desde 1890.

Asteroide Gigante

A NASA também previu os movimentos futuros do asteroide Florence e, considerando que os cálculos estão corretos (o que nós vamos considerar, já que estamos falando da NASA) e ele não deverá passar tão perto assim da Terra por séculos. Na verdade, o asteroide só vai chegar perto de nosso planeta novamente depois do ano 2500, então talvez essa chance seja mesmo única.

Dentre os asteroides que passaram próximo da Terra e foram considerados como perigosos em potencial, Florence é o maior de todos. A lista de outros grandes asteroides incluem o 1999 JM8 (7 km), 4183 Cuno (5,6 km) e 3200 Phaeton (5,1 km). Entre todos eles, Florence também o mais brilhante, o que ajuda na hora da observação por binóculos e telescópios menores.

Com um tamanho de cerca da metade da altura do Monte Everest, o Florence deve ficar mais próximo da Terra às 9h06 da manhã do dia 1 de setembro de 2017 (horário de Brasília), mas observadores amadores podem conseguir visualizar a rocha algumas noites antes disso, caso realizem o acompanhamento da posição do asteroide.

O asteroide Florence foi descoberto por Schelte “Bobby” Bus no Obersbatório Siding Spring, na Austrália, em março de 1981. Ele foi nomeado em homenagem a Florence Nightingale (1820-1910), fundador da enfermagem moderna.

Gostou da informação? Agora é só preparar os objetos de observação e ficar de prontidão nas noites do fim de agosto para acompanhar o asteroide gigante. Não deixe de comentar com a gente o que achou e compartilhar o texto com os seus contatos.

 

Asteroide gigante

Comments

comments